Percurso de navegação

Print versionDecrease textIncrease textSubscribe to our RSS Feed
DG Interpretation Conference Video Portal
DG Interpretation Conference Streaming Portal
EU careersTREATY of Lisboneurope directLatvian Presidency
DG Interpretation

A to Z

A

  • A combinação linguística do intérprete de conferência
    Os intérpretes de conferência interpretam geralmente das suas línguas passivas para a língua materna. A língua materna é a língua activa também chamada, por vezes, língua A. Alguns intérpretes têm um excelente conhecimento de outra língua, além da lí...
  • Ajuda na concepção de instalações de conferência
    A DG da Interpretação possui uma vasta experiência na construção e renovação de instalações para reuniões e conferências com interpretação simultânea e é de bom grado que coloca à disposição de arquitectos, construtores ou promotores de salas de conf...
  • Apoio a universidades
    A Comissão Europeia colabora estreitamente com universidades que oferecem formação em interpretação de conferência para assegurar padrões profissionais de alto nível. Embora a Comissão não organize, ela própria, cursos de formação em interpretação, d...

B

  • Bibliografia
    Publicações sobre a profissão de intérprete Publicações sobre a formação de intérpretes Seleskovitch, Danica e Lederer, Marianne Pédagogie raisonnée de l'interprétation : deuxième édition corrigée et augmentée Didier Érudition/Klincksieck, Office des...
  • Breve historial
    A Direcção-Geral da Interpretação, anteriormente denominada "Serviço Comum de Interpretação e Conferências" (SCIC), acompanhou desde o início a evolução da União Europeia (anteriormente Comunidade Europeia), tendo-se adaptado a cada alargamento. 2005...

C

  • Comissária
    A DG Interpretação depende da Vice-Presidente Kristalina Georgieva .  ...
  • Conferências multilingues com difusão em tempo real na Web e conversa
    As conferências virtuais combinam, frequentemente, vários instrumentos de comunicação. A DG da Interpretação oferece, normalmente, uma combinação de : Difusão geral na Web (Webcasting) que permite a pessoas que se encontram em qualquer parte seguir a...
  • Conversas multilingues
      A Comissão Europeia organiza, frequentemente, conversas (chats) multilinges em que personalidades políticas interagem com cidadãos europeus ligados à Internet, utilizando um dispositivo de conversa pela Internet. As pessoas podem seguir a discussão...
  • Cooperação internacional
    A DG da Interpretação lançou dois projectos de mestrado com a colaboração da DG Educação e Cultura e da Rede Europeia de Universidades TNP. Estes programas de mestrado reúnem universidades de diferentes países para reforçar a cooperação, partilhar es...

D

  • Documentos e terminologia
    Tratados e legislação Actividades da União Europeia Comissão Europeia Bases de dados das instituições europeias (Terminologia) Sítios das Instituições europeias (Terminologia) Sítios Web dos Estados-Membros (Terminologia) Sítios das organizações inte...

E

I

  • Indicações para os oradores
    A Direcção-Geral da Interpretação da Comissão Europeia acumulou experiência ao longo de muitos anos. Os nossos intérpretes elaboraram algumas indicações para os oradores em reuniões com interpretação. Se o desejar, pode imprimir um ficheiro pdf com e...
  • Inquérito sobre a satisfação do Cliente
    A Direcção-Geral de Interpretação da Comissão Europeia levou a cabo um inquérito de satisfação junto dos participantes nas reuniões do Conselho, da Comissão, do Comité Económico e Social Europeu e do Comité das Regiões de 12 a 23 de Novembro 2007. Re...

N

  • News
    ...

O

  • O local de trabalho do intérprete, em interpretação simultânea
    Muitos centros de conferência dispõem de cabinas e equipamento fixos para a interpretação simultânea. Se não existirem cabinas fixas, a interpretação simultânea é feita em cabinas móveis. O principal centro de conferências da Comissão Europeia, o Cen...
  • O que fazemos
    O que faz a DG da Interpretação? Por que são importantes todas as línguas? Para quem trabalha a DG da Interpretação? Quanto custa a interpretação? Como é organizada a interpretação? A DG da Interpretação em números O que faz a DG da Interpretação? A ...
  • O que significa cheval ?
    Um intérprete que trabalha alternadamente em duas cabinas, na mesma reunião. Um intérprete cheval (cavalo, em francês) está, como o nome indica, "a cavalo" entre duas cabinas, numa reunião. Normalmente, estão presentes pelo menos dois intérpretes par...
  • O que significa chuchotage?
    Interpretação simultânea em voz baixa. O intérprete está junto dos delegados e interpreta simultaneamente em voz baixa, directamente ao ouvido dos delegados. A interpretação em chuchotage só pode ser utilizada para um número muito reduzido de delegad...
  • O que significa pivot?
    Utilização de uma única língua como relais. Se só um ou dois intérpretes tiverem uma língua menos generalizada como língua passiva, diz-se que são pivots para as outras cabinas, que os utilizarão como relais. O termo francês é utilizado em todas as l...
  • O que significa relais?
    Interpretação de uma língua para outra, passando por uma terceira. Quando um delegado fala uma língua para a qual não existe intérprete numa cabina de língua activa, esta pode "conectar-se" (ligação áudio) a outra que tenha a língua em que é feita a ...
  • O que significa retour ?
    Interpretar da língua materna para uma língua estrangeira. Normalmente, um intérprete interpreta para a língua materna. Alguns intérpretes têm um conhecimento suficiente de uma segunda língua para poderem interpretar para essa língua a partir da líng...
  • O que é a interpretação assimétrica?
    Todos os delegados falam na sua língua materna, mas ouvem a interpretação para algumas línguas apenas. Muitas vezes, os delegados percebem uma ou mais línguas mais conhecidas, mas não conseguem exprimir-se fluentemente nessas línguas. Uma maneira de ...
  • O que é a interpretação consecutiva?
    Interpretação depois de terminada a intervenção do orador. O intérprete está sentado entre os delegados, ouve a intervenção e, no fim, restitui-a numa língua diferente, apoiando-se geralmente em apontamentos. Actualmente, a interpretação consecutiva ...
  • O que é a interpretação de conferência?
    A interpretação de conferência tem a ver exclusivamente com a comunicação oral: transpor uma mensagem de uma língua para outra, com naturalidade e fluência, adoptando a linguagem, o tom e as convicções do orador e falando na primeira pessoa. Mais......
  • O que é a interpretação de conferência?
    A interpretação de conferência tem a ver exclusivamente com a comunicação oral: transpor uma mensagem de uma língua para outra, com naturalidade e fluência, adoptando a linguagem, o tom e as convicções do orador e falando na primeira pessoa. Não deve...
  • O que é a interpretação em língua gestual?
    Interpretação simultânea para a língua gestual. Os intérpretes de língua gestual trabalham em reuniões com participantes surdos, e interpretam da língua falada para a língua gestual e da língua gestual para a falada. O intérprete coloca-se face aos d...
  • O que é a interpretação simultânea ?
    Interpretação durante a intervenção do orador. O intérprete trabalha numa cabina insonorizada , acompanhado, no mínimo, de um colega. O orador, na sala de reuniões, fala para um microfone e o intérprete recebe o som através dos auscultadores e restit...
  • Oportunidades de carreira na DG da Interpretação
    Como ser intérprete de lingua portuguesa Anabela Frade, Chefe da Unidade de Língua Portuguesa, fala sobre os requisitos para se ser admitido como intérprete de língua portuguesa Email: Anabela.Frade@ec.europa.eu Lugares do quadro A DG da Interpretaçã...
  • Organização de conferências
    A organização de conferências desempenha um papel estratégico na política de comunicação da Comissão Europeia. A Unidade da DG da Interpretação responsável pela organização de conferências é o serviço profissional da Comissão que organiza e realiza e...
  • Organização de conferências
    A organização de conferências desempenha um papel estratégico na política de comunicação da Comissão Europeia. A Unidade da DG da Interpretação responsável pela organização de conferências é o serviço profissional da Comissão que organiza e realiza e...
  • Orientações para oradores num evento difundido pela Internet
    As tecnologias multimédia de difusão reservada (webstreaming) ou de difusão geral através da Web (webcasting), permitem seguir conferências pela Internet a partir de qualquer local distante (local de trabalho/casa). A combinação de meios áudio e víde...

P

  • Para que as suas reuniões multilingues sejam bem sucedidas
    A Direcção-Geral da Interpretação assegura interpretação para entre 10 000 a 11 000 reuniões por ano. A função dos intérpretes consiste em tornar possível a comunicação entre delegados dos Estados-Membros que não falam a mesma língua. A nossa experiê...
  • Pense na interpretação quando planeia a sua reunião
    Decidiu realizar uma reunião com interpretação. Uma longa experiência e recentes pesquisas no domínio da comunicação revelaram que, na preparação de uma reunião desse tipo, importa ter em conta os aspectos a seguir indicados. Verifique esses aspectos...
  • Presidir a uma reunião bem sucedida com interpretação
    Para cada equipa de intérpretes é designado um chefe. O chefe de equipa contactá-lo-á antes do início da reunião para confirmar as línguas disponíveis e transmitir outras informações pertinentes sobre horário e condições de trabalho. Quando der iníci...
  • Projeto Africano
    Como participar ? Contexto Fotografias O Projeto Africano de interpretação de conferência e de tradução propõe-se promover a implantação no continente africano de ciclos de formação em interpretação de conferência, tradução e de interpretação « de se...

R

  • Regime linguístico
    Os intérpretes falam de línguas activas e línguas passivas. São línguas activas as que os intérpretes falam e que os delegados podem ouvir. São línguas passivas as que os intérpretes percebem e que os delegados falam. Numa reunião com um regime lingu...

S

V

  • Videoconferência combinada com mensagens instantâneas
    Até à data, as normas de videoconferência (ou seja, ITU-T H.320, utilizadas com linhas ISDN, ou H.323, em redes IP) ainda não satisfizeram os requisitos necessários para interpretação simultânea indicados na norma ISO-2603 e no Código das Novas Tecno...

W