Percurso de navegação

What's new?

Did you know that 2013 is the European Year of Citizens? Read more ...

 
Um novo capítulo

O último ano do secundário está ao virar da esquina. Pronto para virar a página e começar um novo capítulo?

O que é que pensas fazer quando deixares o ‘ninho’ e abrires as asas para voar? O que é que tencionas fazer? Já pensaste se os teus interesses e aptidões se adequam às opções que se te oferecem?

Neste momento, continuar a estudar, quer seja numa universidade ou numa escola profissional, pode parecer-te uma ‘seca’, mas vais ver que provavelmente esse caminho vai proporcionar-te mais e melhores oportunidades no futuro.

Apetece-te mudar? Como cidadão da União Europeia (UE), tens o direito de estudar num outro Estado-Membro, e existem diversos programas que te podem ajudar a concretizar esse sonho por muito pouco provável que essa ideia te pareça agora! Ao viveres uma temporada no estrangeiro, podes aprofundar os teus conhecimentos numa outra língua, bem como ficar a conhecer uma cultura diferente e assim adquirir uma experiência preciosa.

Quer estejas ainda no secundário, numa escola profissional, ou quase a entrar na universidade, a UE tem um programa de intercâmbio para ti. A aprendizagem é um processo para toda a vida portanto, e se bem que comece em casa, não é lá que termina. Qual é o teu próximo passo?

Podes visitar uma escola parceira!

Se a tua escola está envolvida no programa Comenius, és capaz de poder visitar uma instituição parceira, ou receber alunos estrangeiros no teu estabelecimento de ensino. Pede aos teus professores para investigarem as diferentes hipóteses. Nalguns países, até é possível fazê-lo a título individual, sem ser com uma turma inteira.

E se isso não for possível, o portal ‘eTwinning’ dá-te a hipótese de contactares e conheceres alunos de outros países online, bastando, para tal, consultares o site: www.etwinning.net.

Podes estudar numa universidade estrangeira!

Desde que o programa de intercâmbio Erasmus começou, há quase 25 anos, mais de dois milhões de alunos universitários já tiveram a oportunidade de estudar noutro país, por um ou dois semestres, ou de fazer um estágio. Enquanto estudante Erasmus, não tens de pagar as propinas da universidade estrangeira e voltas com os créditos que adquiriste enquanto lá estiveste.

Podes fazer um estágio no estrangeiro!

Se estás num curso prático ou frequentas uma escola profissional, também há um programa de intercâmbio que é indicado para ti! O programa Leonardo da Vinci dá-te a possibilidade de fazeres um estágio ou de adquirires conhecimentos práticos numa escola técnica noutro país da UE, o que te permitirá ganhar novas competências que poderão vir a ser muito úteis quando quiseres arranjar um emprego!

Assim já nos entendemos!

Bubble

A União Europeia tem 23 línguas oficiais, do Francês ao Finlandês, ou ao Maltês. O Alemão é a língua com maior número de falantes nativos, mas o Inglês é a língua mais falada, quer como língua materna, quer como segunda língua.

Ao dominar uma ou mais línguas estrangeiras, estás a abrir inúmeras portas: podes estudar ou trabalhar noutro país, podes comunicar com outras pessoas e assim ser o portador de novas ideias de uma para outra parte da Europa, e ainda podes ter acesso a oportunidades que, de outro modo, te estariam vedadas. Enquanto ‘aluno para a vida’, nunca sabes quais serão as línguas de que vais necessitar no futuro – mas as bases da aprendizagem de uma língua ajudar-te-ão a desenvolver as capacidades necessárias para aprenderes outras mais tarde.

Mas, como é que vais dominar 23 línguas e, assim, poderes aproveitar todas as vantagens que a Europa tem para oferecer? Não te preocupes – lês a língua de um país, existem muitas oportunidades de estudar e trabalhar nesse local.

Juventude em Acção

Bubble

Através do programa “Juventude em Acção”, podes participar num intercâmbio ou numa iniciativa de jovens de outros países – ova forma de aprender mais sobre diferentes culturas? Participar numa acção de voluntariado pode ser uma boa maneira! É uma forma fantástica de ganhar experiência, ajudar os outros e aprender a conhecer-se a si próprio, bem como o país em que se trabalha. E se te candidatares a ser voluntário a tempo inteiro no estrangeiro, o Serviço Voluntário Europeu – uma entre as muitas acções do programa “Juventude em Acção” – cobre todas as tuas despesas.

Para saber mais: