Percurso de navegação

Assinatura do Tratado sobre a Estabilidade, a Coordenação e a Governação

View of the signing ceremony by Helle Thorning-Schmidt © EU

Na cerimónia de assinatura, o Presidente Durão Barroso afirmou: "Deixem-me felicitar os chefes de Estado ou de Governo que assinaram o Tratado. O facto dos Estados-Membros em causa concordarem em respeitar o papel central da Comissão na concretização dos objetivos do acordo é uma garantia de coerência com o Tratado de Lisboa e com o método comunitário. A Comissão está também muito satisfeita por o acordo permanecer aberto a todos, assim como com o compromisso do Tratado em incorporar a sua substância no direito primário europeu num prazo máximo de cinco anos." Continuou, afirmando: O euro não é somente uma moeda de alguns países; o euro é a moeda da União Europeia. Através do seu compromisso formal a nível do Tratado para aumentar a disciplina e a convergência, os Estados-Membros estão a demonstrar que da união monetária estamos agora a evoluir para uma verdadeira união económica. O Presidente concluiu expressando a sua convicção de que "Juntamente com outros tratados ou instrumentos legais, desde o 'pacote de seis medidas' ao MEE, da estratégia Europa 2020 para o crescimento e o emprego aos fundos estruturais, vamos ter êxito em combinar a estabilidade e o crescimento. E, ao fazê-lo, vamos desenvolver uma união mais forte e uma melhor resposta às aspirações dos cidadãos europeus."

Ler o discurso completo

Ver o vídeo