Percurso de navegação

Entrevistas

Entrevista ao Die Welt sobre as alterações ao Tratado

06/12/2011

German Flag (Commons) Em antecipação ao Conselho Europeu, a 9 de Dezembro, o Presidente Durão Barroso deu uma entrevista ao Die Welt onde refere as suas expectativas para a cimeira e sobre a questão das alterações ao Tratado. Reiterou que a Comissão Europeia é a favor da emenda dos Tratados se isto significar mais integração e disciplina para além daquilo que já foi acordado e proposto. "O importante para mim é o novo pacto fiscal," disse. Sublinhou também o que a Comissão está a fazer em termos de disciplina fiscal e reformas estruturais e enfatizou a sua abordagem abrangente. Em relação às obrigações de estabilidade, reafirmou o objectivo do livro verde recentemente publicado, e disse: "Somente quando esta irresponsabilidade fiscal não for mais possível, é que as euro-obrigações podem ser um recurso natural e vantajoso para a zona euro." O Presidente Durão Barroso também expressou o seu apreço pelo dueto franco-alemão, afirmando que seria problemático se existissem diferenças fundamentais entre ambos. "Não tenho qualquer problema com as suas iniciativas e estou muito satisfeito em saber que se reúnem... A parceria é indispensável, mas não é suficiente."

Ler a entrevista pdf - 121 KB [121 KB] English (en)

 

Entrevista ao vivo no YouTube/Euronews com o Presidente Durão Barroso

"Vou apelar a todos os líderes do G20 para apoiarem um imposto sobre as transacções financeiras a nível mundial, cuja parte das receitas poderia ser direccionada para as pessoas mais pobres no mundo."

06/10/2011

President Barroso © EU Como parte da série de entrevistas do YouTube World View com líderes mundiais, o Presidente Durão Barroso participou hoje numa entrevista ao vivo, transmitida em 11 línguas. Os assuntos económicos dominaram as principais perguntas. A pergunta mais popular foi sobre o que correu mal na Grécia e como estimular a economia grega. O Presidente Durão Barroso respondeu que, "Um país, tal como uma família ou uma empresa, não pode viver durante muito tempo acima das suas possibilidades. E a Grécia estava precisamente a fazer isso." Também sublinhou que no futuro existirá uma maior integração dos orçamentos nacionais e dos programas económicos, assim como sanções para aqueles que não cumprirem com as regras. Mais uma vez, o Presidente reiterou que é necessário um imposto sobre as transacções financeiras para que os bancos contribuam de forma justa para os custos da crise, e referiu que as receitas do imposto poderiam ser usadas para financiar a ajuda ao desenvolvimento. A entrevista foi transmitida ao vivo em http://www.youtube.com/worldview, Europe by Satellite e na Euronews TV.

Ler as principais mensagens da entrevista do Presidente

Watch the video (available in all languages)

 

Entrevista à cadeia de televisão TSR sobre a Líbia e a energia nuclear

28/03/2011

UE Numa entrevista ao telejornal da Télévision Suisse Romande (TSR), o Presidente Durão Barroso reafirmou, a propósito da Líbia, que o problema era o coronel Kadhafi, e lembrou a posição unânime dos Estados-Membros da UE sobre a necessidade da sua retirada do poder. Relativamente à energia nuclear na Europa, o Presidente insistiu sobre o facto de os "testes de resistência" terem por missão assegurar os mais elevados níveis de segurança, indicando claramente que a opção pela energia nuclear continua a ser uma decisão nacional.

Ver o vídeo

Mais informações sobre a visita do Presidente Durão Barroso a Genebra

 

Entrevista ao KURIER

24/03/2011

Austrian Flag (Commons) Numa entrevista ao jornal austríaco KURIER, o Presidente Durão Barroso sublinhou, em consequência do incidente no Japão, a importância da reavaliação da segurança das centrais de energia nuclear de uma forma coordenada. Afirmou também que esta é a forma mais eficaz de melhorar a situação, assim como a mensagem certa a transmitir aos cidadãos. Defendeu que a opção pela energia é uma competência nacional, dando a entender que uma iniciativa dos cidadãos da UE sobre o uso da energia nuclear não estaria em sintonia com o Tratado. Expressou o seu reconhecimento pela especificidade e tradições da agricultura austríaca, e explicou que a Comissão vai apresentar para debate as suas propostas para um novo quadro financeiro depois de 2013, em finais de 2011.

Ler a entrevista ao Kurier pdf - 411 KB [411 KB] Deutsch (de)

 

Entrevista ao Stuttgarter Zeitung sobre a governação económica

21/01/2011

German Flag (Commons) Numa entrevista ao Stuttgarter Zeitung, o Presidente Durão Barroso sublinhou que a proposta da Comissão para aumentar a capacidade de empréstimo e alargar o âmbito da actividade do FEEF está "integrada num programa abrangente de consolidação fiscal e de reformas estruturais para garantir a estabilidade e a disciplina." Ressaltou: "Não tenho uma agenda escondida! Não existe responsabilização comum para a dívida pública. Não queremos uma união de transferências financeiras e não temos uma. O que temos é um sistema de empréstimos e de garantias de empréstimos que conduz à estabilidade no interesse de todos."

Ler a entrevista ao Stuttgarter Zeitung