Percurso de navegação

Recomendações específicas por país de 2013

O Semestre Europeu está em pleno funcionamento. A Comissão publicou as recomendações específicas por país para os Estados-Membros juntamente com uma comunicação sobre o que é necessário para voltar ao crescimento e ao emprego.

As recomendações baseiam-se numa análise aprofundada dos planos de cada Estado-Membros para possuírem finanças públicas sólidas e das reformas económicas para fomentar o crescimento e o emprego.

No seu discurso na conferência de imprensa, o Presidente Durão Barroso sublinhou que as recomendações apresentadas hoje são parte da nossa estratégia abrangente para fazer avançar a Europa para além da crise.

"A Europa necessita de um consenso sobre as políticas que são certas para nós como União, e certas para cada Estado-Membro", disse, tendo feito um apelo a todos para apoiarem agora o consenso europeu. 

A análise da Comissão mostra que a maioria dos Estados-Membros estão a fazer progressos sobre a consolidação fiscal e estão a implementar reformas para aumentar a competitividade. Contudo, o Presidente Durão Barroso encorajou os Estados-Membros a avançarem mais rápido e a serem mais arrojados nas chamadas reformas estruturais que podem resultar em crescimento e emprego. "O custo da inação será muito elevado," acrescentou. 

"Fazemos um apelo a todos os países para serem mais ambiciosos no que toca às reformas para estimular o crescimento," disse o Presidente. Reiterou que pode ser feito mais para criar as condições para as empresas investirem e criarem empregos. Além disto, a consolidação fiscal deve continuar, embora a um ritmo diferente, enquanto as restantes bolsas de vulnerabilidade no setor bancário têm de ser resolvidas.

O Presidente Durão Barroso sublinhou a necessidade do investimento inteligente na investigação e na inovação para criar os empregos do futuro e explicou que o investimento nas pessoas também significa cuidar dos mais vulneráveis: "É necessária ação específica e direcionada para fornecer resultados a curto prazo para os desempregados, em particular os jovens."

"As reformas estruturais e as finanças públicas sólidas são a base de uma economia saudável. O benefício de tomar medidas agora é que a Europa vai emergir mais forte da crise", concluiu o Presidente. 

Fazer avançar a Europa para além da crise: recomendações específicas por país de 2013

Recomendações específicas por país: perguntas frequentes

A Comissão toma medidas no âmbito do procedimento relativo aos défices excessivos

Todos os materiais sobre as recomendações específicas por país de 2013

Comparações por país

Ler o discurso completo do Presidente Durão Barroso

Ler o discurso do Comissário Andor – aspetos sobre o emprego e a política social

Ler o discurso do Comissário Šemeta – aspetos sobre a tributação

Ler os comentários do Vice-Presidente Rehn na conferência de imprensa

Ver o vídeo da conferência de imprensa