Percurso de navegação

Presidente Durão Barroso: "Uma estratégia da UE para a competitividade industrial"

EC

Num discurso proferido hoje na 11.ª Cimeira Empresarial Europeia, em Bruxelas, o Presidente Durão Barroso debateu a resposta da Comissão Europeia à incerteza que marca atualmente as empresas e a indústria.

"A nossa resposta em termos de política é clara: abordamos de uma forma abrangente os vários desafios, desafios de consolidação fiscal. Continuamos as reformas estruturais para a competitividade e também promovemos os investimentos que dão esperança à economia real. E, claro, estamos empenhados num programa que une ainda mais a Europa à economia internacional", disse.

O Presidente Durão Barroso sublinhou que combatendo a dívida pública insustentável, criando um sistema integrado de supervisão e de resolução bancária e impulsionando a agenda para a competitividade da Europa, a economia europeia pode ser reequilibrada.

Contudo, o Presidente referiu também que são necessárias políticas e investimentos específicos em áreas que fornecem um apoio à economia real. Mencionou os investimentos na investigação e na inovação e as redes pan-europeias, como o Mecanismo Interligar a Europa, como sendo assuntos importantes na agenda da Comissão.

Como um terceiro compromisso importante da Comissão, o Presidente Durão Barroso sublinhou a política comercial internacional.

"Numa altura em que alguns países olham com interesse para o protecionismo, a Europa optou de forma resoluta por avançar com a abertura comercial, sem, claro, ser ingénua, e isto também significa que temos de proteger a nossa indústria quando os outros não cumprem com as regras do jogo", disse.

Discurso: "Uma estratégia da UE para a competitividade industrial"