Percurso de navegação

Colmatar lacunas na educação e nas competências eletrónicas para o emprego digital

EC

No lançamento de uma nova parceria para resolver a falta de competências em TIC e as centenas de milhares de vagas de emprego em TIC não preenchidas, o Presidente Durão Barroso sublinhou o potencial de emprego do setor das TIC para a Europa. Reiterou que a resolução do elevado desemprego é uma prioridade-chave da Comissão.

Foi lançada na segunda-feira uma Grande Coligação para a Criação de Empregos na Área Digital, depois da identificação pela Agenda Digital para a Europa da Comissão da falta de competências eletrónicas para acompanhar as rápidas mudanças tecnológicas atuais. Esta nova parceria, que envolve várias partes interessadas, possui um mandato até 2015.

"Os estudos também mostraram que as profissões relacionadas com as TIC são bastante mais resistentes à crise do que a maioria dos outros empregos. Isto significa claramente que as competências eletrónicas são sem dúvida fundamentais para reduzir o risco de desemprego incluindo para os trabalhadores mais velhos. São necessários cada mais e melhores profissionais, investigadores, empresários, gestores e utilizadores em TIC," disse o Presidente Durão Barroso no seu discurso durante o almoço, tendo referido que o último estudo mostra que a Europa possui cerca de 900 000 vagas de empregos em TIC por preencher.

"Em resumo, uma abordagem de parceria com várias partes interessadas é a forma certa para desenvolver uma agenda de competências de uma forma direcionada, inovadora e sustentável," disse o Presidente Durão Barroso.

O Presidente falou também sobre as atividades e iniciativas através das quais a Comissão está a combater ativamente o desemprego: a agenda para o crescimento da UE – a Estratégia Europa 2020; o Pacote do Emprego; o Quadro Financeiro Plurianual; a Iniciativa Emprego Jovem; e a Agenda Digital. Durão Barroso sublinhou que as "competências eletrónicas são sem dúvida fundamentais para reduzir o risco de desemprego incluindo para os trabalhadores mais velhos".

Ver o vídeo