Percurso de navegação

Processo de reformas e economia debatidos com o primeiro-ministro romeno

EC

Os principais assuntos debatidos entre o Presidente Durão Barroso e o primeiro-ministro romeno Victor Ponta, na segunda-feira, foram o último relatório sobre os progressos no âmbito do Mecanismo de Cooperação e Verificação, adotado pela Comissão na semana passada, e a situação da economia romena.

Relativamente ao Mecanismo de Cooperação e Verificação (MCV), o Presidente Durão Barroso expressou o seu apreço pelos esforços do primeiro-ministro Ponta ao longo dos últimos seis meses para cumprir com os compromissos assumidos no passado mês de julho. "Atualmente, estão reunidas as condições, com uma situação política mais estável – um novo governo e parlamento – para que possa ser dado um verdeiro impulso ao processo de reformas," disse o Presidente. Referiu que os progressos adicionais sobre a independência do setor judiciário e a nomeação para cargos-chave serão marcos essenciais para que o processo de reforma seja bem sucedido. Sublinhou também que os políticos devem dar o exemplo afastando-se dos cargos quando existem decisões sobre a integridade ou acusações por corrupção.

No que toca à economia, o Presidente Durão Barroso acolheu com agrado os esforços do governo romeno para reduzir o défice, que se espera que fique abaixo dos 3% do PIB em 2012. "Isto é uma concretização real, em particular num contexto de dificuldades económicas e políticas," sublinhou o Presidente.

A adesão à área Schengen esteve também entre os outros assuntos debatidos. "Como sabe, tanto eu como a Comissão apoiamos a adesão da Roménia à área Schengen," disse na sua declaração depois da reunião.

Na resposta à pergunta sobre a liberdade de imprensa na Roménia, o Presidente Durão Barroso sublinhou com veemência que a liberdade de imprensa é um princípio inviolável e que a Comissão defenderá sempre uma comunicação social livre e pluralista na Roménia e em qualquer outro lugar. O Presidente expressou também a sua preocupação sobre as queixas dirigidas à Comissão sobre as campanhas orquestradas na imprensa que possam representar uma ameaça grave à independência do setor judiciário na Roménia.

Ver o vídeo