Percurso de navegação

Notícias

European Council 1 - 2 March 2012

What is needed now is not new plans but a firm commitment to delivering what has been agreed.

29/02/2012

updated 29 February 2012

"I will come to the European Council tomorrow with a message on growth, sustainable growth" said President Barroso at the press conference ahead of the European Council and added that "we now need to invest as much in getting Europe back into growth as we are currently investing in getting Europe out of the crisis". The President stressed that spotlight on growth is justified because the European Commission has been making significant progress on the other priorities, which he later on also presented in detail. He stressed that "what is needed now is not new plans but a firm commitment to delivering what has been agreed". President Barroso concluded: "At the last informal European Council I called for priority to be given to two issues which are key to our growth drive: reducing youth unemployment and increasing support for small businesses. Tomorrow, I would like the European Council to focus on two other issues we need to boost the growth potential for Europe: funding for transport, energy and ICT infrastructure projects and secondly, the urgency of bringing down the cost of broadband roll out."

Now it's time to be concrete. Now it's time to decide on the concrete proposals the Commission has put on the table.

Ahead of the European Council, President Barroso has sent a letter to the members of the European Council on boosting growth, competitiveness and employment. Included is an annex providing an overview of the state of play on initiatives referred to in a recent letter received from 12 Member States.

The main messages of President Barroso's letter are: "Now it's time to be concrete. Now it's time decide on the concrete proposals the Commission has put on the table." "We all agree on the importance of taking the right decisions for our future growth and competitiveness. The true test we now face is whether we can translate these good intentions into results on the ground." "Research and innovation hold the key to Europe's future competitiveness. This is another area where acting now will pay rich dividends in the future… And I need not repeat how important a swift agreement on a European patent is – after a thirty year wait, it is time to deliver." "Nobody wants to see the innovative potential of small businesses being smothered by red tape… We have already tabled measures that would reduce administrative burden by up to €40 billion. They have not all been adopted to date". "Your letter concludes by recognising that the ambitious agenda that we share 'requires leadership and tough political decisions'. I agree – and you will not find the Commission wanting in this regard."

Letter to the members of the European Council pdf - 471 KB [471 KB] English (en)

Annex to the letter pdf - 647 KB [647 KB] English (en)

Statement by President Barroso at the pre-European Council press conference, 29 February 2012

Video from the press conference, 29 February 2012

GROWTH AND JOBS: NEXT STEPS. Presentation 30 January 2012

KEY FIGURES ON GROWTH, JOBS AND COMPETITIVENESS. Presentation 30 January 2012

EUROPE’S SOURCES OF GROWTH. Presentation 23 October 2011

Reunião com Boris Tadić, Presidente da Sérvia

28/02/2012

President Barroso © EU

O Presidente Durão Barroso reuniu-se com o Presidente sérvio, Boris Tadić, para debater o processo de alargamento. "Uma grande maioria dos Estados-Membros são a favor de conceder à Sérvia o estatuto de país candidato. Se esta decisão não for tomada hoje, esperamos que seja tomada no próximo Conselho Europeu. Na verdade, não deverá ser tomada mais tarde do que no próximo Conselho Europeu: a Sérvia merece o estatuto de candidato. Esta é há já algum tempo a opinião da Comissão Europeia," disse o Presidente Durão Barroso, acrescentando que "é importante que a Sérvia permaneça comprometida com um programa de reformas ambicioso e com o seu diálogo com Priština. Só passos e resultados concretos vão permitir que a nossa relação se desenvolva ainda mais. A Sérvia tem a chave para aprofundar os nossos laços e para o seu próprio progresso." O Presidente concluiu afirmando que o caminho que a Sérvia tem pela frente é exigente. "Mesmo assim, estou certo de que a vontade política que tornou possível à Sérvia chegar a esta fase, vai continuar e que o país de V. Exa. terá sucesso no seu trajeto para um futuro comum com a nossa União Europeia," disse.

Ler o discurso

Ver o vídeo

Conselho de Lisboa: Cimeira Europa 2020

É altura de apresentarmos resultados e, passo a passo, este é um processo que o está a fazer

27/02/2012

O Presidente Durão Barroso esteve hoje presente na Cimeira Europa 2020 do Conselho de Lisboa, em Bruxelas. No seu discurso de abertura falou sobre os graves desafios estruturais que a Europa enfrenta. Na sua opinião, estes só podem ser resolvidos através de reformas profundas, disse, com base nos esforços nacionais, sendo ao mesmo tempo "verdadeiramente europeias" e fundamentando-se nas qualidades da Europa: "as competências e a energia dos seus cidadãos, o potencial de inovação das suas empresas e a ampla esfera de ação para tirar mais proveito do mercado único". O Presidente alertou que sem estas reformas "não vamos poder manter-nos erguidos, regrediremos e arriscamo-nos a perder muitos dos benefícios que alcançámos nos últimos 60 anos". Relativamente à resposta da Europa à crise económica, o Presidente apelou à ação, e não a palavras. "Chegou o momento de apresentarmos resultados sobre o nosso programa, e não de o debatermos mais uma vez. Assim, a nossa prioridade é desenvolver e intensificar o trabalho que foi realizado até ao momento." Concluiu, reiterando que é altura de apresentarmos resultados e, passo a passo, este é um processo que o está a fazer.

Ler o discurso

Ver o vídeo

Semestre europeu – debate interparlamentar de comissões

27/02/2012

President Barroso © EU

O Presidente Durão Barroso proferiu um discurso no debate interparlamentar de comissões sobre o semestre europeu, no Parlamento Europeu, tendo-se centrado sobre como o semestre europeu ajuda a resolver a crise e a estimular o crescimento. "O objetivo do semestre europeu é fortalecer a coordenação entre os orçamentos e as políticas estruturais dos Estados-Membros enquanto ainda estão em preparação, a fim de se detetar inconsistências e desequilíbrios emergentes," explicou o Presidente, acrescentando que "cria uma plataforma onde os potenciais pontos fracos ou ameaças pode ser precocemente detetados," e, assim, ajudar a evitar crises futuras. Contudo, disse, "se o semestre pretende contribuir com êxito para estes objetivos, tem de evoluir e melhorar em cada ciclo. É um processo que não pode funcionar se for feito de cima para baixo, e só pode ter sucesso com o apoio e o compromisso de todos os intervenientes em todos os níveis." O Presidente sublinhou: "Acredito que é essencial fortalecer a democracia europeia melhorando a relação entre os processos democráticos nacionais e o processo democrático europeu." Encorajou também os Estados-Membros a acelerarem as reformas para o incentivo ao crescimento.

Ler o discurso

Ver o vídeo

Visita a Hamburgo, Alemanha

24/02/2012

© EU

O Presidente Durão Barroso foi o convidado de honra do "Matthiae Mahl", um jantar tradicional que data da Idade Média, organizado pelo senado de Hamburgo. Durante o evento, proferiu o discurso "Uma Europa mais forte em tempos difíceis", onde elogiou o mérito de Hamburgo e mencionou a resposta da Europa à crise e o papel da Alemanha na mesma. Expressou a sua firme convicção de que "somos capazes de dar uma direção à Europa e conduzi-la para fora da crise. Seguindo um percurso constante, com uma estratégia firme e uma visão clara, a Europa será ainda mais forte no futuro do que é hoje." O Presidente Durão Barroso, no contexto do Matthiae Mahl, teve uma reunião bilateral com burgomestre da Cidade Hanseática Livre de Hamburgo, Olaf Scholz. Visitou também o estaleiro de construção do "Elbphilarmonie", que será a maior sala de concertos da Europa. Na Escola de Direito Bucerius proferiu outro discurso intitulado "A UE a caminho da união política e económica" e debateu-o com os estudantes de direito. Deu também uma entrevista a duas crianças repórteres do "DEIN SPIEGEL".

Ler o discurso do Presidente no Matthiae Mahlzeit

Ver a palestra do Presidente na Escola de Direito Bucerius

Ver o vídeo

Reunião com Demetris Christofias, Presidente do Chipre

22/02/2012

 © EU

O Presidente Durão Barroso, juntamente com o Colégio de Comissários, reuniu-se com o Presidente do Chipre, Demetris Christofias, assim como com vários ministros do governo deste país, em antecipação à primeira presidência cipriota da UE. A reunião teve como objetivo debater várias questões essencialmente focadas na situação económica, tanto na Europa como no Chipre. O Presidente Durão Barroso sublinhou que a prioridade no próximo ano é fortalecer o potencial de crescimento e de competitividade. "Outro assunto que debatemos foi o Quadro Financeiro Plurianual, porque se tudo correr bem, será durante a presidência cipriota que concluiremos as negociações sobre as perspetivas financeiras para o próximo período (2014-2020)," disse. O Presidente continuou, expressando a sua preocupação sobre a situação do desemprego jovem e agradeceu ao Presidente Christofias pelo apoio que já tinha demonstrado no Conselho Europeu à prioridade da Comissão sobre o desemprego jovem e a assistência às PMEs. O processo de paz e as relações com a Turquia foram também abordados durante a reunião. "Apoio totalmente o processo da ONU e a necessidade de ambas as partes darem passos em frente," concluiu o Presidente.

Ler a declaração depois da reunião

Ver o vídeo

Comité Económico e Social Europeu

22/02/2012

 © EU

Na sessão plenária do Comité Económico e Social Europeu, realizada ontem, o Presidente Durão Barroso debateu a importância de uma Europa de solidariedade e de responsabilidade, de disciplina e de crescimento. O Presidente sublinhou que a Europa está mudar e que estamos a caminhar para uma maior integração europeia. Abordou as soluções económicas para a crise atual, a importância da competitividade, do crescimento e do emprego, a necessidade de criar melhores condições para as PMEs, os potenciais benefícios de aprofundar o mercado único europeu, e as oportunidades que o mercado global oferece. Falou também sobre o problema do desemprego jovem referindo a recente proposta – pacto ‘Juventude em Movimento’ –, que inclui a garantia de um emprego, de estudos ou de formação para um jovem nos quatro meses após deixar a escola. O Presidente referiu que os objetivos da estratégia Europa 2020 da Comissão são fundamentais e que temos de permanecer determinados para os alcançar. "Estamos profundamente envolvidos em todas estas frentes porque alcançar cada um dos objetivos da estratégia Europa 2020 significa, acima de tudo, proporcionar uma verdadeira mudança na via diária dos nossos cidadãos," disse o Presidente, sublinhando que o sucesso depende de uma mobilização geral de todos os intervenientes: as instituições europeias, os Estados-Membros e a sociedade civil.

Discurso completo

Ver o vídeo

Acordo do Eurogrupo sobre o programa de assistência financeira à Grécia

O nosso objetivo comum é uma Grécia estável e próspera com um futuro assegurado no euro

21/02/2012

EU

O Presidente Durão Barroso descreveu o acordo do Eurogrupo sobre um segundo programa de assistência financeira à Grécia como "um passo em frente fundamental para o país e para a zona euro". Afirmou: "Juntamente com o acordo alcançado com o setor privado para uma oferta de troca de obrigações, que tenho a certeza contará com a participação de um elevado número de detentores de obrigações do setor privado, este pacote geral abre o caminho para a Grécia desenvolver uma economia nova e mais sustentável, mais apta a gerar crescimento e criar emprego. Fecha também a porta a um cenário de incumprimento descontrolado, com todas as suas graves implicações económicas e sociais." O Presidente reconheceu a solidariedade demonstrada pelo resto da zona euro, que é "um sinal claro de que o nosso objetivo comum é uma Grécia estável e próspera com um futuro assegurado no euro".

Ler a declaração completa

Ver o vídeo

Reunião com Edmund Stoiber, Presidente do Grupo de Alto Nível

21/02/2012

President Barroso and Edmund Stoiber © EU

O Presidente Durão Barroso recebeu hoje o Relatório das Melhores Práticas elaborado pelo Grupo de Alto Nível, presidido por Edmund Stoiber, sobre a Redução dos Encargos Administrativos. "A redução dos encargos administrativos é uma parte essencial dos nossos esforços para melhorar o ambiente empresarial na Europa. As pequenas e médias empresas enfatizam, mais uma vez, como a redução dos encargos administrativos é crucial para os seus negócios," sublinhou o Presidente depois da reunião com o Dr. Stoiber. Acrescentou que está satisfeito por poder afirmar "que estamos a fazer progressos muitos bons. 33%: é a percentagem de redução dos encargos administrativos que as propostas da Comissão vão gerar. Por outras palavras, estamos a poupar às empresas 40 mil milhões de euros." O Presidente explicou que "muitas destas propostas beneficiaram do apoio do grupo liderado pelo Dr. Stoiber", e descreveu as decisões tomadas durante a reunião.

Ver o vídeo

Onde é que a União Europeia se encontra na redução dos encargos administrativos – P&R

Sítio Web do Grupo de Alto Nível

Ler a declaração completa

Comunicado de imprensa - A Europa pode fazer melhor

Reunião com o primeiro-ministro da Somália, Abdiweli Mohamed Ali

21/02/2012

Somali flag

Em antecipação à conferência internacional, a 23 e 24 de fevereiro, em Londres, o Presidente Durão Barroso reuniu-se hoje em Bruxelas com o primeiro-ministro somali do governo federal de transição, Abdiweli Mohamed Ali. A conferência deverá proporcionar uma oportunidade para uma alteração na situação de segurança e facilitar o progresso político no país. Durão Barroso, Presidente da Comissão Europeia, reafirmou ao primeiro-ministro somali o compromisso europeu para continuar o apoio à Somália no sentido de restaurar a paz e a estabilidade. Referiu que a União Europeia é o principal doador para a Somália, com 415 milhões de euros atribuídos ao período 2008-2013 para o financiamento de atividades sobre governação, educação e desenvolvimento económico. Além disto, a UE é também o principal apoiante da AMISOM, disse o Presidente, tendo sublinhado que a UE está igualmente muito comprometida no apoio à segurança no país, e na região, juntamente com a União Africana. O Presidente Durão Barroso disse: "Em antecipação à Conferência de Londres, estou satisfeito por afirmar que a UE está preparada para mobilizar recursos adicionais para permitir o aumento do número de tropas, dependente da decisão do Conselho de Segurança da ONU", e apelou a outros doadores e à comunidade internacional para intensificarem a sua assistência. Concluiu referindo: "Disse também ao primeiro-ministro que o nosso apoio e compromisso contínuos devem ser compensados com melhorias na vertente política."

UE renova compromisso para fomentar a paz e a segurança na Somália

Ler o discurso completo

Pacote para a imprensa: ações da UE na Somália

Ver o vídeo

94.a Sessão Plenária do Comité das Regiões

16/02/2012

EU

Durante a sessão plenária do Comité das Regiões, o Presidente Durão Barroso acolheu com agrado a coragem das autoridades políticas e dos cidadãos gregos e insistiu que a Grécia deve implementar com determinação o programa de consolidação fiscal e de reformas estruturais com o qual se comprometeu. Partilhou depois a sua opinião de que a reconstrução da UE está em curso. Concluiu sublinhando o papel importante das autoridades regionais e locais neste processo, antes de assinar o novo acordo de cooperação com o Comité das Regiões.

Ver o vídeo

Ler o discurso completo

14.ª Cimeira UE-China, Pequim

Queremos que a China seja parte da solução na abordagem de algumas das questões mais urgentes enfrentadas pela comunidade internacional

14/02/2012

EU

updated 14 February

Na declaração proferida na conclusão da 14.ª Cimeira UE-China, em Pequim, o Presidente Durão Barroso afirmou que a parceria UE-China "é hoje uma das mais importantes do mundo". Além disto, o Presidente sublinhou os benefícios das políticas e dos mercados abertos da Europa para a economia da China. Depois de debater várias novas iniciativas com o primeiro-ministro chinês Wen, o Presidente Durão Barroso anunciou que foi iniciado um novo pilar importante na cooperação UE-China, o "Diálogo Povo-a-Povo", tendo sido também estabelecida uma nova Parceria sobre a Urbanização Sustentável, que vai permitir a ambas as partes cooperar no desenvolvimento do baixo carbono, na economia verde, no planeamento urbano, na mobilidade, no fornecimento de energia, na qualidade da água e do ar, na gestão de resíduos e na inclusão de migrantes. A cooperação bilateral sobre os problemas globais foi também intensificada.

"O poder global está estritamente associado à responsabilidade global e queremos que a China seja parte da solução na abordagem de algumas das questões mais urgentes enfrentadas pela comunidade internacional, desde as alterações climáticas à segurança na Internet," concluiu o Presidente.

"Uma parceria UE-China fortalecida e virada para o futuro pode constituir um pilar importante para a estabilidade e a prosperidade mundiais"

O Presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, e o Presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, estarão presentes na 14.ª Cimeira UE-China juntamente com o primeiro-ministro chinês Wen Jiabao, a 14 de fevereiro de 2012. Em antecipação à cimeira, o Presidente Durão Barroso disse: "As bases da nossa relação deram provas, mas o nosso desejo comum é levá-la ainda mais longe. Enfrentamos desafios comuns e o mundo necessita de parcerias cooperativas e responsáveis para os ultrapassar. É agora, mais do que nunca, que temos de agir de forma concertada. Acredito que uma parceria UE-China fortalecida e virada para o futuro pode constituir um pilar importante para a estabilidade e a prosperidade mundiais. A cimeira proporciona uma oportunidade importante para estabelecer uma colaboração mais estreita com um parceiro essencial da UE, e transmite um sinal de confiança mútua em ambas as economias. As duas partes partilham a determinação de contribuir para a recuperação e a estabilidade globais.

Comunicado de Imprensa

Declaração do Presidente depois da 14.a Cimeira UE-China, Pequim

Comunicado de imprensa conjunto da 14.ª Cimeira UE-China

Discurso do Presidente na Cimeira Empresarial UE-China, Pequim

President's speech at the Euro campaign event launch Beijing, 15 February 2012

Cimeira UE-Índia em Nova Deli, 10 de fevereiro de 2012

A cooperação entre a Índia e a UE é vital para as nossas relações bilaterais e como um plataforma para abordar desafios globais mais amplos

01/02/2012

Manmohan Singh, Indian Prime Minister, on the left, and José Manuel Barroso (c) EU

updated 13.02.2012

O Presidente Durão Barroso proferiu um discurso na Federação das Câmaras de Comércio e Indústria da Índia, onde explicou por que razão a parceria UE-Índia é um pilar crucial da política externa e da estratégia económica internacional da Europa. Apresentou também os benefícios e as oportunidades para a relação comercial UE-Índia e referiu que, após um debate proveitoso e positivo com o primeiro-ministro Singh, foram feitos bons progressos relativamente às negociações sobre o Acordo de Comércio Livre. "O âmbito de um acordo final está prestes a emergir," acrescentou.

"As nossas economias complementam-se de muitas formas e esta complementaridade geral é a base das tendências positivas dos nossos fluxos de investimento e de comércio bilateral. A Europa é a maior fonte de investimento direto estrangeiro da Índia com um valor de 34,4 mil milhões de euros e os investimentos da Índia na Europa estão também a atingir rapidamente os 7 mil milhões de euros. O investimento da UE na Índia é superior ao dos EUA e do Japão juntos," disse o Presidente.

"O Acordo de Comércio Livre UE-Índia vai ser o maior acordo de comércio do mundo, beneficiando 1,7 mil milhões de pessoas"

Depois da cerimónia de assinatura dos acordos, hoje, em Nova Iorque, o Presidente Durão Barroso afirmou que a cimeira contribuiu para reforçar os fortes laços entre a UE e a Índia. "A União Europeia e a Índia são as duas maiores democracias do mundo. Os nossos valores partilhados e o compromisso sólido com o governo representativo, a boa governação, os direitos humanos e o Estado de direito são uma contribuição indispensável para a estabilidade e a paz globais," disse.

O Presidente Durão Barroso recebeu com agrado a assinatura das declarações sobre áreas importantes, incluindo a energia e a investigação. Também expressou a sua determinação para finalizar este outono as negociações sobre o Acordo de Comércio Livre UE-Índia: "O Acordo de Comércio Livre UE-Índia vai ser o maior acordo de comércio do mundo, beneficiando 1,7 mil milhões de pessoas. Significará novas oportunidades tanto para as empresas indianas como europeias. Será um impulsionador fundamental para o crescimento sustentável, a criação de emprego e a inovação, tanto na Índia como na Europa."

"A UE e a Índia são parceiros estratégicos e naturais que partilham a responsabilidade de lidar com os desafios mais urgentes."

Em antecipação à 12.ª cimeira anual UE-Índia, em Nova Deli, a 10 de fevereiro de 2012, o Presidente Durão Barroso disse: "A UE e a Índia são parceiros estratégicos e naturais que partilham a responsabilidade de lidar com alguns dos desafios mais urgentes que o mundo enfrenta atualmente. Temos de capitalizar a nossa relação duradoura para beneficiar das várias oportunidades oferecidas em áreas-chaves, como o comércio, a energia e a investigação. Uma maior cooperação entre a UE e a Índia não só fomentará o crescimento a curto prazo em ambos os continentes, como também criará condições para um desenvolvimento mais sustentável e mais inclusivo a longo prazo."

A agenda da cimeira abordará as questões bilaterais, regionais e globais. A UE será representada pelo Presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, e pelo Presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy. O Comissário Europeu para o Comércio, Karel De Gucht, também estará presente na cimeira. A República da Índia será representada pelo primeiro-ministro, Manmohan Singh, pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, S. M. Krishna, pelo ministro do Comércio, A. Sharma, e pelo Conselheiro Nacional para a Segurança, S.S. Menon.

EU-India summit – A partnership for prosperity

EU - India Summit factsheet

Statement by President Barroso following the signing ceremony of agreements in the India-EU Summit

The President's speech at the FICCI, Mumbai, 13 February 2012

Declaração sobre a atual situação na Grécia

10/02/2012

© EU

Na conferência de imprensa que se seguiu à cerimónia de assinatura dos acordos na cimeira UE-Índia, o Presidente Durão Barroso expressou a sua confiança de que será alcançado um acordo sobre um segundo programa de assistência financeira à Grécia na reunião do Eurogrupo, na próxima quarta-feira: "Estamos agora na fase final de conclusão de um acordo sobre um segundo programa de assistência financeira à Grécia. Isto é, em primeiro lugar, de importância fundamental para a Grécia e para os cidadãos gregos, mas também para toda a zona euro. Faço assim um apelo à responsabilidade e à liderança dos líderes gregos e a todos os membros da zona euro para que possamos concretizar este objetivo que é importante para a zona euro e, sem dúvida, para a economia mundial."

Ler a declaração

Ver o vídeo

Mensagem ao primeiro-ministro romeno Mihai Răzvan Ungureanu

10/02/2012

Mihai Răzvan Ungureanu (Commons)

O Presidente Durão Barroso felicitou o primeiro-ministro da Roménia, Mihai Răzvan Ungureanu, pela sua nomeação para o cargo. Afirmou, "Este é um momento importante tanto para a Roménia como para a União Europeia. A Roménia necessita de um novo governo capaz e com vontade de implementar as medidas necessárias para restaurar a confiança e contribuir de forma ativa para o debate europeu."

Esta mensagem também está disponível no RAPID

Reunião com Jacques Delors pela ocasião do 20.º aniversário do Tratado de Maastricht

07/02/2012

© EU

"Faz hoje precisamente 20 anos que o Tratado de Maastricht foi assinado e acredito que devemos continuar a reforçar a Europa com o espírito de Maastricht", disse o Presidente Durão Barroso depois da sua reunião com Jacques Delors, ex-Presidente da Comissão Europeia e Presidente Fundador do "Nossa Europa". "Maastricht criou uma união económica e monetária, mas ainda não possuímos todos os meios para concluir esta união económica e monetária. Penso que, apesar de todas as resistências, conseguimos fazer progressos", acrescentou. Lembrou também que somente em conjunto, respeitando o método comunitário, é que "as instituições europeias e os Estados-Membros poderão implementar os nossos objetivos – objetivos para os quais Jacques Delors contribuiu bastante quando foi Presidente da Comissão".

Ler a declaração

Ver o vídeo

Declaração sobre a atual situação na Grécia

07/02/2012

© EU

Depois da sua reunião com o ex-Presidente da Comissão, Jacques Delors, o Presidente Durão Barroso insistiu para que os partidos políticos na Grécia chegassem a um compromisso sobre os objetivos comuns e apoiassem os esforços que a Comissão está a implementar juntamente com o governo grego para que a Grécia permaneça no euro. "Queremos a Grécia no euro. A Comissão Europeia tornou claro desde o início que é muito importante, não só para a Grécia, mas também para o euro e para o projeto europeu, manter a Grécia no euro", afirmou, tendo concluído: "Quero que esta mensagem seja clara, apelando à liderança política dos vários partidos políticos na Grécia para que trabalhem em conjunto para aquilo que acredito ser um melhor futuro para o país, que respeitamos e queremos manter na nossa União e na zona euro."

Ver o vídeo

Mensagem à Rainha Isabel II

06/02/2012

Queen Elisabeth II (Commons license)

Em nome da Comissão Europeia, o Presidente Durão Barroso enviou uma mensagem de felicitações a Sua Majestade, a Rainha do Reino Unido da Grã-Bretanha e da Irlanda do Norte, afirmando: "Gostaria de felicitar muito cordialmente Sua Majestade pela ocasião do seu Jubileu de Diamante. Durante os 60 anos do seu reinado, Sua Majestade inspirou esperança, cooperação e unidade entre os povos do Reino Unido e da Commonwealth, e representou de forma ativa e subtil o Reino Unido junto dos parceiros europeus e no resto do mundo. Neste ano especial de celebração, gostaria de expressar as minhas sinceras felicidades a Sua Majestade e à família real."

Mensagem ao Presidente eleito da Finlândia, Sauli Niinistö

06/02/2012

© Commons

Em nome da Comissão Europeia, o Presidente Durão Barroso felicitou Sauli Niinistö, Presidente eleito da Finlândia. O Presidente afirmou: "Desejo a V. Exa. todo o sucesso no cumprimento das suas novas responsabilidade em sintonia com o mandato que recebeu do povo finlandês, e espero que continue a contribuir de forma positiva para o debate europeu. Queira aceitar, Senhor Presidente, os protestos da minha mais elevada consideração."

Fórum Europeu da Concorrência

02/02/2012

(c) EU

No seu discurso de abertura no Fórum Europeu da Concorrência, intitulado Política de Concorrência da União Europeia – um elemento fundamental para o crescimento e a renovação, o Presidente Durão Barroso sublinhou que numa altura em que estamos a fazer tantos esforços para estabilizar a nossa economia, a política de concorrência tem um papel fundamental no fornecimento de credibilidade e coerência. "Apesar do criticismo que por vezes enfrentamos nas nossas decisões, o direito europeu da concorrência é referido como um modelo de independência, coerência e objetividade," afirmou o Presidente. "Os monopólios e o proteccionismo têm um enorme efeito corrosivo na sociedade mais alargada. Numa altura económica difícil, é ainda mais importante combatê-los." Explicou que as perspetivas de crescimento futuro da Europa dependem de um mercado único baseado em regras que fomentem a abertura e a inovação. "A inovação é um pilar da nossa agenda para o crescimento – porque é muito mais de que o desenvolvimento de produtos. É sobre a forma como a nossa sociedade se transforma e melhora. É sobre a forma como fazemos negócios. É sobre como transformar novas ideias em crescimento para as nossas empresas, em empregos para os nossos cidadãos e em bem-estar para as nossas sociedades."

Ler o discurso completo do Presidente

Vídeo do evento

Mensagem ao Presidente polaco, Bronislaw Komorowski

02/02/2012

Wisława Szymborska (Mariusz Kubik, Commons)

O Presidente Durão Barroso enviou uma mensagem de condolências ao Presidente da República da Polónia, Bronisław Komorowski, pelo falecimento, a 1 de fevereiro, de Wisława Szymborska, vencedora polaca do prémio Nobel da literatura. O Presidente Durão Barroso disse: "A poesia de Wisława Szymborska tornou-se altamente reconhecida e estimada por leitores em todo o mundo. A sua contribuição única para a cultura europeia é inquestionável. Todos sentiremos a falta do sentido de humor e da ironia, da humildade, do distanciamento e da reflexão nobre sobre a realidade de Szymborska, assim como o seu talento para tornar o ordinário em extraordinário. Wisława Szymborska tinha esta capacidade excecional de expressar as suas opiniões sobre as atrocidades e a beleza da humanidade da forma mais simples e profunda. A Europa perdeu uma das suas maiores escritoras e intelectuais, uma testemunha magnífica do século XX. Em nome da Comissão Europeia, apresento as minhas mais sinceras condolências a V. Exa., Sr. Presidente, e ao povo da Polónia."

Reunião com o ministro-presidente de Baden-Württemberg

02/02/2012

(c) EU

O Presidente Durão Barroso recebeu o ministro-presidente da região alemã de Baden-Württemberg, Winfried Kretschmann. Durante este encontro trocaram opiniões sobre os resultados do Conselho Europeu informal de 30 de janeiro. Ambos concordaram sobre a importância de respeitar o método e as instituições comunitárias para solucionar a atual crise da dívida. Debateram também a necessidade de continuar a consolidação fiscal inteligente e de estabilizar a zona euro, incluindo o sistema bancário, prestando, ao mesmo tempo, cada vez mais atenção ao crescimento sustentável e ao emprego.

Vídeo da reunião

Reunião com o primeiro-ministro tunisino, Hamadi Jebali

02/02/2012

(c) EU

Depois da reunião com o primeiro-ministro da Tunísia, Hamadi Jebali, e elementos do seu governo, o Presidente Durão Barroso declarou: "Em Bruxelas, está entre amigos. A Comissão Europeia está do lado de V. Exa., ao lado do seu país, assim como de todos os tunisinos neste momento histórico." Durante a reunião, os dirigentes debateram as prioridades da ação governamental tunisina e, em particular, o seu compromisso com o processo de democratização, de reformas e de desenvolvimento em curso na Tunísia. "Tal como afirmei no ano passado em Tunis, a União continua determinada em avançar no sentido de uma parceria privilegiada com a Tunísia e em apoiar os seus esforços. A visita de hoje permitiu-nos confirmar que se trata de uma ambição partilhada que "traduzimos numa declaração conjunta," disse o Presidente. O Presidente lembrou também que a Comissão Europeia mobilizou parceiros europeus e internacionais em apoio à Tunísia no âmbito do "Grupo de Trabalho Tunísia-UE".

Ler a declaração

Relações UE – Tunísia: Declaração conjunta "Para uma parceria privilegiada"

Ver o vídeo

Reunião com Norbert Lammert, Presidente do parlamento alemão

01/02/2012

EU

O Presidente Durão Barroso reuniu-se com o Presidente do parlamento alemão, o Professor Norbert Lammert. Trocaram opiniões sobre os resultados do Conselho Europeu informal de 30 de janeiro, e sublinharam a necessidade de uma implementação rápida das medidas acordadas para que a União Europeia possa voltar à rota da estabilidade duradoura, da convergência e do crescimento económico. Debateram também o estado da democracia na Europa e o papel do parlamento alemão nos assuntos europeus. O Presidente Durão Barroso mostrou-se satisfeito com o compromisso ativo do parlamento alemão nos assuntos europeus e felicitou esta instituição pelo quinto aniversário do seu gabinete em Bruxelas.

Vídeo da reunião

Reunião com Abdul Latif Bin Rashid Al Zayani

01/02/2012

President Barroso and Abdul Latif Bin Rashid Al Zayani © EU

Durante uma reunião com o secretário-geral do Conselho de Cooperação dos Estados Árabes do Golfo (CCG), Abdul Latif Bin Rashid Al Zayani, o Presidente Durão Barroso ofereceu o apoio e o aconselhamento da UE para as aspirações do CCG em evoluir de "Conselho para União". Os líderes também debateram a importância das relações comerciais da UE com a região do CCG. O Presidente Durão Barroso sublinhou que a UE continua comprometida com a conclusão do Acordo de Comércio Livre UE-CCG. Além disto, o Presidente mostrou o apreço da UE pelo papel político mais importante do CCG na região, nomeadamente no Iémen, na Síria e na Líbia.

Vídeo da reunião