Percurso de navegação

Notícias

Presidente Barroso apresenta a sua nova equipa

27/11/2009

O Presidente anunciou a distribuição das pastas para a próxima Comissão, depois de ter conduzido consultas aprofundadas com todos os comissários designados para que as pastas fossem atribuídas às pessoas adequadas. O Presidente acredita que esta equipa pode concretizar a agenda para a mudança que definiu nas orientações políticas apresentadas em Setembro, depois da sua nomeação pelos 27 Estados-Membros e antes da sua aprovação como Presidente da próxima Comissário pelo Parlamento Europeu.

Ler o discurso english

Responsabilidades dos comissários designados e descrição pormenorizada das pastas deustch english french

Declaração sobre as tomadas de decisão dos EUA e da China em relação às alterações climáticas

26/11/2009

O Presidente da Comissão, José Manuel Barroso, e o Primeiro-Ministro sueco, Fredrik Reinfeldt, acolheram com agrado o compromisso dos EUA e da China em diminuírem as suas emissões com base em números concretos, tal como anunciaram nas últimas 24 horas. "Os EUA e a China são actores essenciais nestas negociações. Não podemos falhar em Copenhaga (...).” Esperamos que as declarações destes dois países representem um primeiro passo no sentido de reduções mais importantes. Não é preciso dizer que também pretendemos debater tanto com a China como com os EUA como tornar estes objectivos num acordo internacional”, disseram numa declaração conjunta.

Ler a declaração completa pdf - 8 KB [8 KB] English (en)

Tomadas as decisões institucionais, é agora altura de responder às expectativas dos cidadãos

25/11/2009

Discursando para o Parlamento Europeu, em Estrasburgo, o Presidente José Manuel Barroso sublinhou a importância de se ir para além dos debates institucionais: "O Conselho Europeu do próximo mês proporciona-nos a primeira grande oportunidade para provar que estamos focados na substância das políticas.” Para mostrar que fará a diferença, concentrou-se em três dossiers-chave que estarão no centro das atenções: a conferência de Copenhaga, o programa de Estocolmo e a crise económica.

Ler o discurso english

Ver o vídeo video

Crescimento mais verde não é só um sonho

20/11/2009

O Presidente José Manuel Barroso e os comissários Andris Piebalgs and Stavros Dimas para a Energia debateram as alterações climáticas com um grupo de líderes empresariais importantes. Recebeu um importante sinal dos mesmos: as empresas precisam de um acordo ambicioso em Copenhaga. Na Europa, os investimentos nas energias renováveis podem gerar 90 mil milhões de euros, criar cerca de 700 000 novos empregos e reduzir a factura da importação de petróleo em 45 mil milhões por ano, até 2020. Durante a conferência de imprensa que deu no final desta reunião, também explicou que se, infelizmente, não conseguirmos chegar a um novo tratado totalmente vinculativo em Copenhaga, pretende obter pelo menos um texto simples, compreensível e claro que seja vinculativo a todos os países e que reflicta, ao mesmo tempo, as nossas responsabilidades comuns, mas diferentes. “Este acordo em Copenhaga deve incluir números específicos individuais sobre a redução das emissões, e um pacote financeiro detalhado para ajudar os países em vias de desenvolvimento a desenvolver programas de mitigação e a adaptarem-se às alterações climáticas (...) Deve também contemplar acções importantes que sejam rapidamente accionadas". Concluiu, dizendo: "Algumas destas acções não têm de esperar pelo Tratado. Podemos já concretizá-las porque as alterações climáticas estão a acontecer agora."

Ler o discurso english

Ver o vídeo da conferência de imprensa video [18'57"]

Presidente deseja sucesso a Herman Van Rompuy e Catherine Ashton

19/11/2009

“Seria impossível fazer uma melhor escolha de personalidades para a liderança da União Europeia”, disse o Presidente José Manuel Barroso, comentando a nomeação do primeiro Presidente do Conselho e do primeiro Alto Representante/Vice-presidente da Comissão. Considerou a nomeação de Herman Van Rompuy como uma homenagem à Bélgica: “ao apoio constante que este país, o coração da Europa, tem dado ao nosso projecto comum”. Em relação à antiga comissária para o Comércio, Catherine Ashton, “a única baronesa a quem posso chamar Cathy”, disse que “é também muito relevante o facto de ser da Grã-Bretanha, porque acreditamos que é importante que a Grã-Bretanha permaneça no coração do nosso projecto”. O Presidente José Manuel Barroso não se esqueceu de prestar homenagem a Javier Solana, que foi substituído, e a Fredrik Reinfeldt pela sua notável liderança.

Ler o discurso english

Ver o vídeo english video [4'24"]

"Tal como a batalha contra as alterações climáticas, a luta contra a fome não pode esperar"

16/11/2009

"Temos de proporcionar à segurança alimentar aquilo que o Painel Intergovernamental forneceu à luta contra as alterações climáticas – um sistema de alerta precoce de base científica,” disse o Presidente José Manuel Barroso, enfatizando a relação entre a segurança alimentar, as alterações climáticas e a segurança global. A UE é sem dúvida o maior doador da FAO. E a Comissão, que é membro pleno da FAO, é o seu maior doador não orçamental. A FAO foi um dos principais beneficiários do Mecanismo Alimentar de 1 bilião de euros da UE proposto pelo Presidente José Manuel Barroso e aprovado, em Dezembro de 2008, pelo Conselho da UE. No início desta semana, o Presidente José Manuel Barroso encontrou-se com o Secretário-geral da FAO, Jacques Diouf, e sublinhou que o financiamento sustentável e o investimento direccionado são necessários para melhorar a segurança alimentar a longo prazo. "Mas o investimento deve ser complementado por uma governação forte.”

Ler o discurso english

Ver o vídeo english video [3'42"]

Como desejo que a próxima Comissão conduza a Europa até à UE 2020

12/11/2009

“Temos de colocar a inovação e a criatividade no centro das futuras políticas,” afirmou o Presidente José Manuel Barroso durante a conferência de imprensa sobre o Manifesto Europeu para a Criatividade e a Inovação. Ficou satisfeito por ver uma convergência entre o Manifesto e a estratégia da UE 2020, tal como mencionado nas suas directrizes políticas da próxima Comissão. “O conhecimento, reinventar a educação e desenvolver uma investigação alargada, promover políticas de inovação e tornar a economia ecológica, todos estão no centro desta estratégia para a UE 2020,” explicou. Também referiu duas questões transversais: a necessidade de finanças públicas fortes numa época de mudança demográfica e a necessidade de mercados financeiros que sejam motores do investimento a longo prazo.”

Ler o discurso english

Ver o vídeo english video [3'42"]

“Trabalhar em conjunto com o futuro Presidente do Conselho Europeu porque esta parceria fará toda a diferença”

11/11/2009

“Não me cabe a mim comentar sobre os candidatos para a Presidência do Conselho Europeu. Mas como Presidente da CE e olhando para as questões institucionais, espero sinceramente que os chefes de Estado e de governo seleccionem uma personalidade que possa fornecer uma liderança efectiva ao Conselho Europeu,” disse o Presidente José Manuel Barroso no Parlamento Europeu, durante o debate sobre os resultados do Conselho Europeu de Outubro. Também forneceu informações sobre o Alto Representante e o próximo colégio.

Ler o discurso english

Informações sobre a consulta lançada pela CE relativa à iniciativa dos Cidadãos – um primeiro passo concreto na implementação do Tratado de Lisboa

Ver o vídeo english video [3'40"]

"A Paz é a razão de ser mais fundamental da Europa, e continuará a sê-lo”

10/11/2009

Durante o seu discurso na Cimeira Mundial dos Laureados com o Prémio Nobel da Paz, o Presidente José Manuel Barroso lembrou que a Paz está no centro do projecto europeu. Com as comemorações da queda do Muro de Berlim como pano de fundo, expressou a sua convicção de que “tudo é possível, nada é eterno: o desejo de liberdade e de paz será sempre mais forte do que os muros, prisões e ditaduras". Elogiou a coragem e a liderança de pessoas como Lech Walesa e a liderança e sentido de responsabilidade de Mikhail Gorbachev, ambos presentes na cimeira. Definiu a visão da UE para a Rússia como um “parceiro forte para a Europa” e afirmou que os europeus querem que a Rússia seja um país forte, estável e próspero baseado no estado de direito e no respeito pelos direitos humanos. Também expressou a sua esperança de que Aung San Suu Kyi veja restituída a sua liberdade de movimento e de expressão e que seja libertada do seu exílio interno, na Birmânia.

Ler o discurso english

Visite o site da cimeira english

Ver o vídeo video

Na era da globalização, os EUA e a UE podem fazer uma verdadeira diferença

03/11/2009

Na conferência de imprensa no final da Cimeira EUA-UE, o Presidente José Manuel Barroso disse “esta relação é mais importante do que nunca”. Em relação às negociações para as alterações climáticas, homenageou a liderança do Presidente Barack Obama – “mudou o clima sobre as negociações climáticas” – e disse que estava agora mais confiante. Barack Obama aproveitou a Cimeira para congratular a delegação europeia sobre a conclusão do Tratado de Lisboa. “Acredito que uma UE fortalecida e renovada constituirá um parceiro transatlântico ainda melhor para os Estados Unidos”. Também homenageou, em especial, o Presidente José Manuel Barroso, que “tem feito um excelente trabalho nas suas funções na Comissão durante os últimos 5 anos.”

Ler o discurso pdf - 16 KB [16 KB] English (en)

Mais informações