Relatório operacional anual do OLAF 2011

OLAF/11/12 Bruxelas, 19 de Outubro de 2011

Resultados das investigações do OLAF em 2010: 68 milhões de EUR recuperados e os autores de fraudes condenados a 125 anos de prisão

O relatório anual do Organismo Europeu de Luta Antifraude (OLAF), que é publicado hoje, apresenta um resumo das realizações do OLAF em 2010. O trabalho do OLAF é apresentado em pormenor através de casos concretos. Em 2010, o OLAF tratou cerca de 500 casos, incluindo inquéritos externos complexos, inquéritos internos sensíveis e processos multinacionais em que o OLAF assumiu o papel de coordenador.

«É com grande prazer que apresento os resultados positivos do trabalho que realizámos em 2010. Na situação económica actual, é mais importante do que nunca assegurarmos que os fundos da UE são usados para os fins previstos e chegam aos beneficiários a que se destinam. Nós, o OLAF e os outros serviços da Comissão, não vamos abrandar no combate à fraude nos Estados-Membros e continuaremos a aplicar uma política de tolerância zero em relação à corrupção nas instituições da UE. Apelo aos Estados-Membros para que aumentem os seus esforços, pois é essencial que cooperem entre si para podermos agir de forma rápida e eficaz a fim de recuperar os fundos da UE indevidamente utilizados e entregar os responsáveis à justiça» afirmou Giovanni Kessler, Director-Geral do OLAF.

Resumo das actividades operacionais em 2010:

  • Foram abertos 225 novos casos de inquérito e operacionais: 150 inquéritos internos e externos e 75 processos de coordenação e assistência. Durante o ano, foram encerrados 189 casos de inquérito e operacionais.
  • A duração média total dos inquéritos e operações, incluindo a fase de avaliação, foi de 27,9 meses, o melhor resultado dos últimos cinco anos.
  • 46 % das informações recebidas pelo OLAF provieram do sector público a nível da UE e dos Estados-Membros. 52 % provieram de cidadãos e do sector privado.
  • 67,9 milhões de EUR foram recuperados na sequência de processos do OLAF. Os montantes mais elevados foram recuperados no sector dos fundos estruturais (32,9 milhões de EUR), seguido da agricultura (11,9 milhões de EUR) e das despesas directas (10,6 milhões de EUR).
  • Mais 351,2 milhões de EUR foram igualmente recuperados até à data, no que diz respeito ao acompanhamento financeiro de processos que ainda estão a decorrer.
  • Em 2010, os tribunais nacionais condenaram os autores de fraudes a um total acumulado de 125 anos de prisão e impuseram sanções financeiras no valor de cerca de 1 470 milhões de EUR na sequência de processos do OLAF.

sítio Web do OLAF.

Pavel BOĊ˜KOVEC
Chefe da Unidade Porta-voz, Comunicação, Relações Públicas
Organismo Europeu de Luta Antifraude (OLAF)
Rue Joseph II, 30 B-1049 Brussels (Belgium)
Phone: +32 2 296 72 00
Fax: +32 2 2998101
E-mail:olaf-media@ec.europa.eu

Print versionDecrease textIncrease text
Calendário de eventos
Última atualização:02/05/2012