Percurso de navegação

Regime de Distribuição de Fruta nas Escolas

Ajuda dos especialistas

Perguntas mais recentes

Como poderei incentivar o meu filho a comer mais fruta e legumes?

As crianças mostram-se muitas vezes relutantes em comer espontaneamente fruta e legumes, preferindo frequentemente o sabor de outros alimentos, incluindo «snacks» salgados ou doces. Na maioria das vezes, comem o que há em casa.

Assim, preste atenção àquilo que serve à refeição, bem como aos «snacks» que tem nos armários de sua casa!

Eis algumas indicações úteis que podem ajudar as crianças a apreciar alimentos saudáveis:

  • Certifique-se de que são servidos legumes e fruta a cada refeição e, inclusivamente, entre as refeições, para que o consumo desse tipo de alimentos se torne numa rotina diária;
  • Facilite ao seu filho a escolha entre várias refeições mais saudáveis, mantendo sempre à mão fruta e legumes prontos a comer;
  • Faça com que comer fruta seja mais fácil, por exemplo, preparando uma salada de frutas;
  • Por último, a melhor maneira de incentivar o seu filho a comer fruta e legumes é se consumir também esse tipo de alimentos! As crianças têm maior probabilidade de seguir o exemplo dos adultos que vêem todos os dias. Ao comer alimentos mais saudáveis, estará a transmitir ao seu filho a mensagem correta.
Topo

Porque motivo é o cálcio tão importante?

O cálcio é um nutriente constituinte muito importante para garantir ossos fortes e saudáveis. Por isso, é essencial que o regime alimentar do seu filho inclua cálcio, particularmente desde a infância até à adolescência. Isto proporciona aos seus filhos uma boa base de partida, garantindo-lhes ossos tão fortes quanto possível na vida adulta.

Este aspeto é extremamente importante, pois sabemos que o cálcio dos ossos começa a diminuir logo no jovem adulto, o que resulta num risco de incidência de doenças dos ossos, como a osteoporose ou fraturas devido ao enfraquecimento dos ossos.

Queira consultar as atuais recomendações do Comité Científico Europeu da Alimentação relativamente às doses recomendadas de cálcio:

  • 1 a 3 anos: 400 mg de cálcio diariamente
  • 4 a 6 anos: 450 mg
  • 7 a 10 anos: 550 mg
  • 11 a 17 anos: 1000 mg

A título de exemplo, uma embalagem de iogurte de leite (200 ml) simples contém aproximadamente 275 mg de cálcio.

O leite e outros laticínios podem constituir boas fontes de cálcio como, por exemplo, o iogurte ou o queijo, sendo que deverá escolher opções com menor teor de gordura. No entanto, o cálcio também está presente noutros alimentos, como nos produtos hortícolas de folha verde, como é o caso dos brócolos e das couves. Não se esqueça ainda de incentivar o seu filho a participar regularmente em atividades físicas, igualmente essenciais para a saúde dos ossos!

Topo
×(*=obrigatório)


Security Image